2.4.17

Jorge Sousa Braga (Epístola sobre a merda)





EPISTOLA SOBRE A MERDA



As retretes transformadas em santuários:
eis a minha obsessão

A merda é uma boa causa
Demasiado boa
para que alguém lute por ela

Só é poeta aquele que
é capaz de comer as próprias fezes
A merda é a única coisa
que não se pode conspurcar



Jorge Sousa Braga

[Citizen Grave]

.