25.3.15

Jorge de Sousa Braga (De novo o silêncio)





DE NOVO O SILÊNCIO



O silêncio é como se fosse água.
Daquela água pura da montanha
que se bebe directamente
pelo coração.


Jorge de Sousa Braga

.